Geral | 01.07.2013

AMBASP realiza Assembleia e levanta discussão sobre trato de resíduos sólidos para municípios

assembleia_ambspRealizada na última sexta-feira [28], a CXLV Assembléia Geral da Ambasp reuniu, em Boa Esperança, prefeitos e representantes de municípios que integram a associação e contou também com a presença do Deputado Federal Odair Cunha, Presidente da Funasa Gilson de Carvalho Queiroz Filho, Deputado Estadual Ulisses Gomes, Subsecretária de Política Urbana da SEDRU – Secretária de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana Tereza Navarro e do Superintendente Geral da AMM – Associação Mineira de Municípios Ângelo Roncali.

Antes do encontro, o prefeito Marcão Oliveira participou de uma reunião interna entre os Prefeitos da Ambasp para tratar dos assuntos da associação e posteriormente o Presidente da Funasa deu início a pauta aberta com a apresentação do tema “Política de Saneamento Básico”, tratando da estratégia para criação de mecanismos de gestão pública da infraestrutura do município relacionada aos quatro eixos do saneamento básico: abastecimento de água, esgotamento sanitário, manejo de resíduos sólidos e manejo de águas pluviais.

Gilson falou também dos prazos que os municípios têm para se adequar às políticas de resíduos e da importância das associações, principalmente para as cidades de menor porte. Dentre as ações, estão ainda a prevenção e a redução na geração de resíduos, tendo como proposta a prática de hábitos de consumo sustentável e um conjunto de instrumentos para propiciar o aumento da reciclagem e da reutilização dos resíduos sólidos e a destinação ambientalmente adequada dos rejeitos.

O encontro tratou, inclusive, do Processo de Transferência de Iluminação aos Municípios – Resolução nº414, publicada em 15/09/10. O Superintendente Geral da AMM explanou sobre o assunto e convidou os gestores para participarem do próximo fórum de iluminação pública que será promovido pela AMM. E já para esta semana, foi feito o convite para a participação, em São Lourenço, de reunião para tratar do Consórcio Sul Mineiro que vai integrar municípios da região Macro Sul no SAMU – Serviço de Atendimento Médico de Urgência.